Conheça 5 exames que detectam doenças cardíacas

As doenças cardíacas são uma das principais causas de mortes em todo o mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Elas se referem a uma série de condições que afetam o funcionamento do coração e seus vasos sanguíneos. Os sintomas mais comuns são dor ou desconforto no peito, braços, ombro esquerdo, cotovelos, mandíbula ou costas, além de dificuldade para respirar, enjoos e tonturas. Contudo, essas enfermidades nem sempre dão sinais de sua presença.

Por isso, conhecer o histórico familiar e os possíveis fatores de risco, que envolvem tanto doenças quanto hábitos de vida, é fundamental para o diagnóstico e tratamento precoces. Isso porque grande parte delas, indicam os especialistas, pode ser prevenida através de conscientização e pequenas mudanças no dia a dia, como a redução no consumo de gordura, uso de álcool e tabaco e sedentarismo.

O acompanhamento médico por meio de consultas e realização de exames é essencial para a prevenção de doenças cardíacas. Além dos mais comuns e de realização simples, como o exame de sangue e raio-x do tórax, há outros exames que fornecem diagnósticos de forma mais detalhada, como a ecocardiografia, o teste ergométrico, a monitorização ambulatorial da pressão arterial (MAPA), o holter e a cintilografia miocárdica. Conheça mais sobre cada um deles e quando é necessário realizá-los.

Primeiro passo: conhecer o histórico familiar

A genética é um dos fatores determinantes no desenvolvimento de doenças cardíacas. Por isso, o primeiro passo na prevenção é saber quais são as doenças presentes no histórico familiar e realizar avaliação cardiológica com frequência. Para quem não desempenha atividade esportiva intensa, a primeira avaliação pode ser realizada a partir dos 30 anos.

Esse cuidado é importante também para quem não apresenta esse tipo de doença na família. A diferença é que a avaliação pode acontecer um pouco mais tarde, entre os 35 e 40 anos. O acompanhamento médico é importante em todos os casos.

Ecocardiografia

A ecocardiografia ou ecocardiograma consiste em um estudo anatômico do coração, ou seja, da estrutura desse órgão, o que inclui as suas dimensões, suas válvulas e seu padrão de contração. Por meio desse ultrassom, é possível acompanhar os batimentos cardíacos em tempo real através de imagens. Ele pode ser realizado em todas as fases da vida, do estágio fetal ao adulto.

  • Ecocardiografia fetal: realizado quando o bebê ainda está dentro do útero, o exame consiste em uma avaliação completa do coração. É utilizado para detectar ou afastar o risco de  anormalidades na formação ou na função cardíaca.
  • Ecocardiografia pediátrica: realizado a partir do período de recém-nascido até a adolescência. É responsável por avaliar o funcionamento do coração e da circulação sanguínea.
  • Ecocardiografia adulto: realizado na fase adulta, avalia a anatomia e o funcionamento do coração, além do fluxo sanguíneo nos vasos e câmaras cardíacas.

Teste ergométrico

Em função da grande quantidade de energia gasta em sua realização, o teste ergométrico é também conhecido como teste de esforço. Esse exame possibilita uma avaliação completa do funcionamento cardiovascular quando submetido a esforço físico. Para isso, o paciente é colocado em uma esteira rolante, em que os níveis de dificuldade vão aumentando gradualmente. São observados, nesse processo, o comportamento da frequência cardíaca, a pressão arterial e o aparecimento de possíveis sintomas antes, durante e após a realização do exame.

O teste permite diagnosticar diversas doenças cardíacas, como a doença arterial coronária, além de detectar o surgimento de arritmias, possíveis anormalidades de isquemia miocárdica e de pressão arterial, avalia a capacidade funcional cardiorrespiratória, dentre outros. É também indicado no acompanhamento de doenças cardíacas já diagnosticadas e para a prescrição de exercícios físicos.

Monitorização ambulatorial de pressão arterial – MAPA

O exame de monitorização ambulatorial da pressão arterial, mais conhecido pela sua sigla MAPA, é indicado para o diagnóstico de doenças crônicas como Hipertensão Arterial Sistêmica e Pressão Alta. Em pacientes já diagnosticados, é utilizado para avaliar a eficácia da medicação prescrita.

Para a sua realização, o paciente utiliza uma braçadeira ligado a um aparelho eletrônico durante 24h, que irá registrar a pressão arterial ao longo do dia. Após isso, o médico realiza a avaliação dos dados coletados, que vão ajudar na escolha do tratamento mais adequado para cada caso específico.

Holter

O holter é um tipo de eletrocardiograma, que mede a atividade elétrica do coração através da superfície do corpo em períodos de 24, 48 ou 72 horas, dependendo da necessidade de cada caso avaliado pelo médico. O exame é solicitado em pacientes que apresentam sintomas que podem indicar alterações cardíacas, como tonturas, falta de ar e palpitações.

Similar ao Mapa, o paciente também precisa ficar com o aparelho ligado ao corpo durante o período de tempo previsto, que monitora as atividades do coração e grava as informações para posterior avaliação médica. A diferença do Holter é que são ligados quatro eletrodos no tórax do paciente.

Cintilografia do Miocárdio

Avaliar o fluxo de sangue nas artérias do coração é uma das principais funções do exame de Cintilografia do Miocárdio. Ele também serve para diagnosticar, avaliar e tratar doenças cardíacas, como infarto, doenças nas válvulas e risco de infarto. Ele é feito de forma não invasiva através das modernas Gamas Câmaras, que realiza imagens dos órgãos sem necessidade de grandes quantidades de radiação.

As doenças cardíacas são um problema sério, que afetam milhares de pessoas no mundo todo. Além de hábitos de vida e alimentação saudáveis, a prevenção também envolve acompanhamento médico, que permite avaliar o histórico familiar e realizar os exames necessários.

Gostou do conteúdo ou quer nos mandar alguma sugestão? Deixe seu comentário! Leia também nosso post sobre a importância de fazer check-up regularmente.

Conheça 5 exames que detectam doenças cardíacas
Equipe da Clínica CEU

Responsável pelo conteúdo: Dr Rogério Augusto Pinto da Silva - CRM: 13323 - MG. Currículo Lattes. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728497Y9

LEIA TAMBÉM