Ultrassom das vias urinárias: como funciona e quando realizar

O ultrassom das vias urinárias, também conhecido como ultrassonografia do aparelho urinário, é um exame de imagem não invasivo utilizado na avaliação dos órgãos dessa região do corpo, como os rins, os ureteres, a uretra, a bexiga e a próstata, no caso dos homens.

Popularmente conhecido pela descoberta dos cálculos (pedras) renais, é indicado também para a avaliação de infecção urinária, hidronefrose (dilatação do rim por retenção ou refluxo de urina), cistos renais e doença policística renal. Além disso, o procedimento serve para identificar perda excessiva de proteínas, sangue na urina e quando o rim está funcionando de forma insuficiente. Dores e dificuldade para urinar são alguns dos sintomas mais comuns.

Este tipo de ultrassom pode ser utilizado por homens, mulheres e crianças, e requer uma preparação específica para cada caso. Saiba mais!

Principais indicações do ultrassom das vias urinárias

O ultrassom das vias urinárias é utilizado para a avaliação e o diagnóstico de alterações no aparelho urinário, formado pelos rins, ureteres, uretra e bexiga. Essas condições podem resultar de malformações anatômicas, refluxos, presença de cálculos ou tumores. Algumas das principais condições e alterações que o exame pode identificar são:

  • Infecção urinária;
  • Alterações na parede da bexiga;
  • Alterações no tamanho ou estrutura renal;
  • Identificar pedras, cistos ou obstruções nos rins;
  • Cálculos renais, também conhecidos como pedra nos rins;
  • Insuficiência renal;
  • Doença policística renal (excesso de cistos);
  • Órgãos reduzidos.

O procedimento pode ser realizado de duas formas, simples e associado ao Doppler, que permite a análise do fluxo de sangue nos órgãos e presença de jatos urinários no interior da bexiga. Neste segundo tipo de exame, é possível diagnosticar condições em que os órgãos estão reduzidos, o que acontece em casos de hipertensão arterial secundária e estreitamento da artéria renal.

Apesar de não ser invasivo, o ultrassom das vias urinárias pode ser utilizado em procedimentos como a biópsia renal, a drenagem dos cistos e abscessos renais, a partir do pedido do médico. Nesse caso, é importante contar com a avaliação de um especialista.

Como esse exame funciona

Como qualquer outro exame de imagem, na ultrassonografia do aparelho urinário o profissional responsável desliza o transdutor sob o abdômen, com a ajuda de um gel. O paciente permanece durante todo o procedimento deitado sob a maca. As ondas de som emitidas pelo aparelho são transformadas em imagens, acompanhadas em tempo real durante a realização do procedimento.

O método é seguro, não invasivo e indolor, não utiliza nenhum tipo de radiação e nem gera efeitos colaterais. Também não possui reações ou contraindicações. O resultado do ultrassom das vias urinárias é imediato.

No ultrassom do aparelho urinário com Doppler, a diferença está no que é possível avaliar durante o exame, já que a sua realização é similar a do procedimento simples. Com ele, é possível identificar a hemodinâmica corporal, ou seja, a circulação e o fluxo de sangue nos órgãos do aparelho urinário. Conheça outros tipos de ultrassom com Doppler aqui.

Tipos de preparo 

Ultrassom do aparelho urinário simples

  • É necessário ingerir de dois a cinco copos de água duas horas antes da realização do exame e reter a urina. Esse processo, que permite a transmissão das ondas sonoras que geram as imagens, facilita a visualização dos órgãos a serem examinados. É indicado levar exames de imagem anteriores para comparação do profissional.

Ultrassom do aparelho urinário em crianças

  • Crianças menores de sete anos não precisam ingerir grandes quantidades de líquidos. A partir dessa idade até 15 anos, é necessária a ingestão de quatro copos de água meio hora antes da realização do exame.  

Ultrassom do aparelho urinário com Doppler

  • Diferentemente do ultrassom simples, este exame requer jejum absoluto de pelo menos seis horas, inclusive de água, retendo a urina durante pelo menos duas antes da realização do exame. É indicado não fumar ou ingerir bebidas alcoólicas na véspera do procedimento. Medicamentos de uso contínuo devem ser mantidos, e também é preciso levar exames de imagens anteriores.

Neste post abordamos as principais informações, indicações e formas de preparo para a realização do ultrassom das vias urinárias. O exame permite o diagnóstico de doenças e alterações nos rins, ureteres e bexiga, como cálculos, cistos, infecções e insuficiências.

Além do procedimento simples, ele também pode ser realizado com Doppler, que permite a avaliação do fluxo sanguíneo nesses órgãos. Em qualquer um dos casos, a realização é segura, indolor e não gera nenhum tipo de efeito colateral. A entrega do resultado é imediata.

Se você deseja realizar a ultrassonografia do aparelho urinário, entre em contato conosco. A Clínica CEU está localizada na Av. Francisco Sales, 1656, no bairro Santa Efigênia. Para mais informações, acesse o nosso site ou ligue para o telefone (31) 3289-0500. Para a sua comodidade, solicite o agendamento do seu exame online!

Ultrassom das vias urinárias: como funciona e quando realizar
Equipe da Clínica CEU

Responsável pelo conteúdo: Dr Rogério Augusto Pinto da Silva - CRM: 13323 - MG. Currículo Lattes. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728497Y9

LEIA TAMBÉM