Entenda a importância do Ultrassom com Doppler na gestação

Acompanhamento médico especializado e realização de exames são etapas essenciais na rotina das grávidas. Entre os procedimentos necessários, o ultrassom é um dos exames realizados com maior frequência em todas as fases da gestação. Ela auxilia no acompanhamento do desenvolvimento do bebê, na avaliação da saúde da mãe e na detecção de possíveis riscos que possam surgir ao longo do período.

Existem diversos tipos de exames de imagem, que servem a diferentes finalidades durante o pré-natal, como ultrassom morfológico, ultrassom transvaginal, ultrassom obstétrico e ultrassom com doppler. Este último, apesar de não ser um dos exames de rotina, é de grande importância, pois avalia o fluxo de sangue e oxigênio entre o bebê, a mãe e a placenta.

Por não ser necessário em todos os casos, a realização do Ultrassom com Doppler, também conhecido como Doppler fetal, sempre gera muitas dúvidas e inseguranças nos pais. Nesse artigo você vai entender as indicações desse exame, como ele funciona e quando deve ser realizado. Confira:

Ultrassonografia e gestação: quais exames são necessários

Antes de falarmos sobre o Ultrassom com Doppler, é importante lembrar sobre a importância de se realizar os outros tipos de exames de imagem nas diferentes etapas e necessidades da gestação:

  • Ultrassom obstétrico: o mais comum e utilizado durante as diferentes fases da gravidez. Ele auxilia no acompanhamento da idade gestacional e do desenvolvimento do bebê;
  • Ultrassom transvaginal: realizado no primeiro trimestre da gravidez entre a 6ª e a 12ª semana. Ele avalia as condições do útero e detecta possíveis doenças;
  • Ultrassom morfológico: realizado no primeiro e segundo trimestre. Ele fornece uma avaliação detalhada da anatomia fetal, diagnosticando doenças e síndromes;
  • Ultrassom 3D e 4D: com imagens de alta definição, esses exames permitem acompanhar os detalhes anatômicos e movimentação do bebê.

Ultrassom com Doppler: para que serve e quando é indicado

Realizado no terceiro trimestre de gestação, entre 32ª e 36ª semanas, o Ultrassom com Doppler é um dos mais completos. O exame avalia a oxigenação, os batimentos cardíacos e a circulação sanguínea entre o bebê e a placenta e desta com a mãe, assim como o desenvolvimento fetal.

Diferentemente dos outros tipos de ultrassonografia, que fazem parte da rotina de qualquer gestante, o Ultrassom com Doppler é solicitado pelo obstetra em casos especiais. Por isso, é muito importante ter o acompanhamento de um profissional responsável e de confiança.

Os principais motivos para o pedido do Ultrassom com Doppler são:

  • Risco ou suspeita de crescimento reduzido ou má formação do feto;
  • Avaliação de frequência cardíaca do feto;
  • Alteração no líquido amniótico – fluido que envolve e protege o embrião;
  • Incompatibilidade de grupos sanguíneos – fatores Rh;
  • Risco de transmissão congênita de doenças;
  • Gestação múltipla;
  • Gestação anterior com parto prematuro.

Além disso, o Doppler fetal também auxilia no acompanhamento da saúde da mãe e no diagnóstico de possíveis doenças desenvolvidas durante a gestação, como pressão alta, diabetes ou infecções. Para as mulheres já diagnosticadas com alguma dessas doenças, ou quando há risco de pré-eclâmpsia, a realização do exame é obrigatória.

Através do Ultrassom com Doppler, as artérias uterinas são analisadas, o que ajuda a diminuir os riscos tanto para a mãe quanto para o bebê. Quando alguma alteração é identificada precocemente, maiores são as chances de tratamento e recuperação, como a realização de parto antecipado, por exemplo.

Como é realizado o Ultrassom com Doppler

A realização do Ultrassom com Doppler é simples, não exige preparo e nem apresenta qualquer tipo de risco ou desconforto para a mãe e o bebê. Semelhante à ultrassonografia comum, a gestante permanece deitada durante o exame, enquanto o aparelho que emite as ondas é deslizado sobre o abdômen com a ajuda de um gel.

Além da facilidade em sua realização, a grande vantagem do procedimento é que ele oferece diagnósticos de alta precisãoEm alguns casos, quando avaliado pelo obstetra, pode ser solicitado outros exames complementares. 

Escolhendo uma Clínica de confiança

O Ultrassom com Doppler é um dos mais completos exames de imagem realizados durante a gestação. Como vimos, apesar de não fazer parte da rotina de procedimentos necessários a todas as grávidas, ele é importante na identificação de possíveis doenças e quadros de complicações para o bebê e a mãe.

Para saber se o exame é indicado para o seu caso, é essencial contar com o acompanhamento de um bom profissional, que irá fornecer todo o auxílio necessário de forma cuidadosa.  Além disso, é importante que a ultrassonografia seja realizada em uma clínica de confiança.

Localizada em Belo Horizonte, a Clínica CEU Diagnósticos é referência em serviços de diagnóstico por imagem e terapêutica, destacando-se pela inovação, atendimento personalizado e excelência nos serviços prestados.

Quer saber mais sobre outros exames que devem ser realizados durante a gestação? Então, clique aqui e conheça sobre cada um deles no post que preparamos sobre o assunto.

4.8/5 - (60 votes)
Entenda a importância do Ultrassom com Doppler na gestação
Equipe da Clínica CEU

Responsável pelo conteúdo: Dr Rogério Augusto Pinto da Silva - CRM: 13323 - MG. Currículo Lattes. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728497Y9

LEIA TAMBÉM