26 de junho – Dia Nacional do Diabetes

Segundo a Federação Internacional do Diabetes, 1 em cada 10 pessoas no mundo vivem com diabetes. O aumento contínuo na prevalência dessa doença preocupa profissionais em relação à saúde e bem-estar desses indivíduos.

Por isso, no dia 26 de junho comemora-se o Dia Nacional do Diabetes, data que visa a conscientização da população sobre os riscos da doença, formas de diagnóstico e maneiras de prevenção. A seguir, confira essas e outras informações sobre o diabetes. 

O que é e quais os tipos da doença?

O diabetes mellitus é uma doença crônica que ocorre pela falta ou quantidade insuficientes de insulina, hormônio produzido pelo pâncreas e responsável pelo controle da quantidade de glicose presente no sangue. Em outras palavras, pelos níveis de açúcar no organismo.

A glicose é a principal fonte de energia para o corpo. Obtida por meio da alimentação, é metabolizada pela insulina. No entanto, quando alguma deficiência ocorre na produção desse hormônio, as taxas de açúcar no sangue mantêm-se altas, condição que caracteriza o diabetes e provoca graves danos ao organismo. A doença divide-se em tipo 1, diabetes tipo 2, diabetes insipidus e gestacional. 

Diabetes tipo 1

No diabetes tipo 1 não há produção de insulina pelo pâncreas, ou a produção é baixíssima. Essa é uma doença mais frequente entre adolescentes e jovens, levando a necessidade de uso de insulina por toda a vida. Entre os sintomas estão a fome e sede excessivas, urina com frequência,  perda de peso, fadiga, sonolência e visão turva.

Diabetes tipo 2

O diabetes tipo 2 é aquele em que as células do corpo são resistentes à produção de insulina. Geralmente, acomete pessoas de meia-idade. Seu controle ocorre por meio de medicamentos e complementos à base de insulina. Entre os sintomas desse tipo estão visão embaçada, sede excessiva, frequência para urinar, feridas que demoram para cicatrizar, feridas fúngicas nos pés, entre outros.

Diabetes insipidus

Tipo mais raro de diabetes, o insipidus não relaciona-se à insulina ou ao controle de açúcar no sangue, mas sim ao balanço e equilíbrio da quantidade de água no organismo por meio do hormônio antidiurético (ADH). Entre seus sintomas estão a frequência urinária, inclusive durante a noite, sede constante e urina muito clara.

Diabetes gestacional

O diabetes gestacional é aquele que ocorre durante a gravidez, quando a gestante apresenta problemas no equilíbrio de açúcar no sangue. Em geral, acontece devido ao ganho rápido e excessivo de peso. O diabetes gestacional pode ser um fator de risco e exige acompanhamento médico mais rígido.

Como prevenir a doença?

Quando não tratado, esse distúrbio pode provocar complicações e aumentar o risco para outras doenças. Contudo, essa é uma doença que pode ser facilmente prevenida e também controlada. Veja algumas formas de evitá-la:

  • Alimentação equilibrada e saudável: diminua a quantidade de gordura na dieta, aumente a ingestão de frutas, vegetais e alimentos ricos em fibras;
  • Exercícios físicos: a atividade física regular contribui no gerenciamento de peso, diminui níveis de glicose no sangue e melhora a pressão arterial;
  • Manutenção do peso adequado: o excesso de gordura pode aumentar a resistência à insulina, desenvolvendo a doença, por isso, é fundamental manter o peso adequado;
  • Diminuição da ingestão de álcool: o álcool em excesso pode aumentar o peso, assim como a pressão arterial;
  • Abandono do tabagismo: fumantes apresentam 2 vezes mais chances de desenvolver a doença que não-fumantes;
  • Controle da pressão arterial: contribui para diminuir os riscos de desenvolvimento da doença;
  • Exames de rotina: realizar exames de rotina permite verificar as chances de desenvolver a doença, conhecer a predisposição e controlar o desenvolvimento com o tratamento adequado.

Qual a importância do Dia Nacional do Diabetes?

Celebrado em 26 de junho, o Dia Nacional do Diabetes é uma forma de levar as informações relacionadas à doença para a população, reforçando as formas de prevenção e ressaltando a necessidade de exames periódicos para o diagnóstico.

Agora que você sabe como é possível prevenir o diabetes, coloque essas dicas em prática para manter a saúde em dia. Além disso, não esqueça de realizar um check-up anual. Assim, essa e outras doenças podem ser evitadas ou diagnosticadas ainda no início, melhorando as chances de tratamento.

Gostou destas informações? Confira também o que é esteatose hepática, suas causas, sintomas e diagnóstico!

Rate this post
26 de junho – Dia Nacional do Diabetes
Clínica Céu

LEIA TAMBÉM