Como se preparar para um ultrassom abdominal

O ultrassom abdominal é um exame não invasivo e extremamente seguro utilizado na avaliação periódica da saúde. Através de ondas sonoras de alta frequência, ele permite visualizar alterações nos órgãos internos localizados na região do abdômen como a vesícula, as vias biliares, o pâncreas e o retroperitônio.

Esse tipo de ultrassonografia permite avaliar a anatomia dos órgãos abdominais, além de identificar a presença de alterações, cistos, nódulos, lesões e tumores nessa região do corpo. O exame pode tanto ser solicitado pelo médico em consultas de rotina quando o paciente apresentar dores abdominais, que podem ser o indício de alterações nos rins e fígado, por exemplo.

Existem três tipos de ultrassom abdominal – total, superior e inferior -, e a escolha de qual realizar deve ser orientada pelo médico. Para isso, alguns cuidados são necessários, como jejum, ingestão de grande quantidade de líquido e restrição de certos tipos de alimentos.

Saiba mais sobre cada um deles e qual o tipo de preparo para um ultrassom abdominal.

Indicações do ultrassom abdominal

A escolha de qual tipo de ultrassonografia do abdome realizar depende dos sintomas que o paciente apresenta e da avaliação médica. Pode ser tanto de abdômen total, que permite visualizar todos os órgãos sólidos ou repletos de líquidos dessa região do corpo, e de tipos específicos, como o superior e o inferior, que, como o nome já diz, identificam alterações em regiões específicas do abdômen. Em cada órgão, são realizadas medidas das dimensões e é observado o aspecto físico em busca de alterações difusas ou focais.

  • Ultrassom abdominal superior: permite avaliar e detectar possíveis alterações no fígado, no pâncreas, na vesícula biliar, nas vias biliares, no baço, nos rins, na aorta e na veia cava inferior.
  • Ultrassom abdominal inferior: esse exame é mais específico, e permite visualizar órgãos diferenciados para homens e mulheres. Para elas, é utilizado na avaliação da bexiga, do útero, das trompas uterinas e dos ovários. Nos casos específicos de gravidez, permite o acompanhamento da gestão e desenvolvimento fetal. Já para eles, além da bexiga, também é realizado para examinar a próstata e as vesículas seminais.

Tipos de preparo 

Apesar de ser um exame de realização pouco complexa e que não exige muitas restrições, o ultrassom abdominal requer alguns preparos. Mas não precisa se preocupar, são recomendações simples que irão garantir um bom resultado do exame.

Veja algumas das orientações mais importantes:

No dia anterior ao exame

  • Evitar bebidas alcoólicas e alimentos muito gordurosos, como frituras e processados;
  • Evitar consumir refrigerantes, leite e derivados, feijão, repolho e outros alimentos que aumentem a produção de gases;
  • Evitar fumar;
  • O jantar na véspera tem que ser leve e ingerido até no máximo até as 21h. Se o paciente sentir fome após este horário, poderá ser realizado lanche leve até meia noite.

No dia do ultrassom

  • O paciente deve estar em jejum absoluto de no mínimo oito horas;
  • É necessário reter urina, ou seja, ficar sem urina por pelo menos duas horas antes do exame;
  • Ingerir 60 gotas de Flagass (dimeticona/simeticona) duas horas antes do exame com o mínimo de água possível.

Para que serve o exame

O ultrassom abdominal permite identificar doenças como aneurisma na artéria da aorta, pancreatite e alterações no fígado, pedras na vesícula biliar ou nos rins, dano no baço e uma série de outras condições e ferimentos que podem afetar os órgãos dessa região do corpo. Também permite identificar tumores, cistos e abscessos, avaliar as causas de crescimento irregular de um órgão interno, bem como o estreitamento ou dilatação das artérias do abdome.

A maioria dessas doenças apresentam sintomas intensos, como dores e desconfortos, mas alguns se desenvolvem de forma silenciosa. Por isso, é muito importante realizar acompanhamento médico regular.

Como o ultrassom abdominal é realizado

Como já citamos, a ultrassonografia abdominal é um exame de preparo e realização simples, indolor e não invasiva. Assim como os outros tipos de ultrassom, o paciente deita na maca e o médico, com o auxílio de um gel, desliza o transdutor sob a pele. Esse aparelho emite ondas sonoras de alta frequência aos órgãos internos e, a partir disso, gera imagens que podem ser visualizadas em tempo real na tela. A entrega do resultado é imediata.

O ultrassom abdominal é um exame que tem muitas utilidades na avaliação dos órgãos dessa região do corpo, detecção e análise de doenças, assim como o acompanhamento de condições já diagnosticadas. É importante contar com acompanhamento médico para a escolha do melhor tipo de procedimento e de uma clínica de referência para a realização de forma segura.

A Clínica CEU é referência na realização de diagnósticos de imagem. A clínica conta com uma equipe especializada pronta para atender às suas necessidades de forma simples e eficiente. Precisa realizar um ultrassom abdominal? Agende o seu exame agora através do nosso formulário.

4.2/5 - (12 votes)
Como se preparar para um ultrassom abdominal
Equipe da Clínica CEU

Responsável pelo conteúdo: Dr Rogério Augusto Pinto da Silva - CRM: 13323 - MG. Currículo Lattes. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728497Y9

LEIA TAMBÉM