Cintilografia pulmonar: o que é e quais são as suas indicações clínicas?

A cintilografia pulmonar é um método de diagnóstico por imagem muito usado para detectar doenças e acompanhar sua evolução. Durante anos esse exame foi a principal forma de avaliar pacientes com suspeita clínica da tromboembolia pulmonar, doença grave causada por coágulos de sangue.

Por sua alta eficiência e confiabilidade para confirmar diagnósticos como esse, a cintilografia pulmonar é um método seguro e muito importante na detecção de diferentes condições.

Na leitura a seguir, você vai conhecer mais sobre o exame, e quais são suas indicações clínicas. Acompanhe!

O que é o exame?

A cintilografia pulmonar é um exame de diagnóstico por imagem que consiste na avaliação de mudanças e anomalias da passagem de ar nos pulmões, além de sua circulação sanguínea. O método também é utilizado como forma de avaliar a função pulmonar em candidatos à ressecção pulmonar, quando existe uma limitação da função respiratória.

O exame fornece imagens bidimensionais dos pulmões, considerando todos seus segmentos e avaliando se há o mesmo volume e função. A cintilografia pulmonar pode ser feita em algumas variações.

A seguir, vamos conhecer melhor três delas: para detecção de aspiração pulmonar, inalação e perfusão.

Para a segurança dos pacientes durante a pandemia, informamos que a Clínica CEU suspendeu temporiamente o exame de Cintilografia Pulmonar Inalação para avaliação de tromboembolismo pulmonar.

Cintilografia pulmonar para detecção de aspiração pulmonar

No exame de cintilografia pulmonar para detecção de aspiração, o objetivo é avaliar se o indivíduo apresenta suspeita de refluxo esofágico devido ao retorno de conteúdo estomacal que pode causar sérios danos. Eventualmente, pode tornar-se ainda mais grave se aspirados pelo pulmão, como por exemplo, na pneumonia aspirativa.

Para esse exame, o paciente ingere uma pequena quantidade de medicamento levemente radioativo, que pode ser misturado com suco ou leite. Após o enchimento do estômago com o líquido, a pessoa é encaminhada para a máquina de cintilografia, que fará a captura de imagens com a intenção de avaliar a presença de material aspirado nos pulmões.  

Cintilografia pulmonar por inalação

A cintilografia pulmonar por inalação é o método usado para estudar a passagem de ar nos pulmões, com o objetivo de auxiliar no diagnóstico de condições como embolias, pneumonias, abscessos e outras questões relacionadas aos órgãos respiratórios. Além disso, a cintilografia por inalação pode identificar as áreas em que o ar não circula corretamente no pulmão.

Para esse tipo de exame, o paciente deve inalar soro fisiológico associado a um medicamento levemente radioativo. Em seguida, ao ser encaminhado para a máquina de cintilografia, o paciente terá imagens feitas do pulmão enquanto o medicamento ainda se espalha, distribuindo-se pelo órgão.

Cintilografia pulmonar por perfusão

O exame de cintilografia pulmonar por perfusão é responsável por possibilitar o estudo do sistema circulatório do pulmão, avaliando diversas alterações de perfusão sanguínea, como a embolia pulmonar.

Para a realização desse exame, o paciente recebe uma injeção endovenosa (na veia) de um medicamento que seja levemente radioativo. Em seguida, é encaminhado para a máquina que fará imagens dos seus pulmões e circulação adjacentes, permitindo que seja visualizado toda região vascularizada.

Quando o exame é indicado?

São diversos os fatores que podem levar o médico a indicar a cintilografia pulmonar ao paciente. Afinal, esse exame pode identificar diferentes doenças e condições. Contudo, as indicações clínicas mais comuns para o exame, são:

  • suspeita de tromboembolia pulmonar;
  • quantificação pulmonar;
  • estudo de ventilação e perfusão dos pulmões;
  • avaliação do fluxo de ar nos pulmões;
  • avaliação de neoplasias pulmonares.

A cintilografia pulmonar é um procedimento seguro com raros efeitos colaterais. Ao receber a indicação para o exame por seu médico é importante informá-lo de alergias, medicamentos de uso contínuo e também de seu próprio histórico clínico. Detalhes como estes, como explicamos neste conteúdo, podem fazer grande diferença durante a realização de exames e tratamentos.

 

Quer saber mais sobre este assunto? Então, veja onde fazer uma cintilografia em BH!

Cintilografia pulmonar: o que é e quais são as suas indicações clínicas?
Equipe da Clínica CEU

Responsável pelo conteúdo: Dr Rogério Augusto Pinto da Silva - CRM: 13323 - MG. Currículo Lattes. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728497Y9

LEIA TAMBÉM