Gripe, dengue ou Covid? Saiba diferenciar as doenças e quando buscar ajuda médica

Nos últimos meses, pessoas têm sofrido com três doenças que são caracterizadas por sintomas similares: a gripe, a dengue e a Covid-19. São muitos os casos no Brasil, e na maioria deles, os sintomas apresentados são febre, cansaço, dores no corpo e mal-estar.

No post a seguir, conheça os sintomas de cada uma dessas doenças e como você pode diferenciar a gripe, dengue e a Covid-19. Além disso, veja qual o momento certo para buscar ajuda médica e evitar complicações.

Gripe, dengue ou Covid-19? Como diferenciar cada uma delas?

Atualmente, além dos números de casos de Covid-19 que ainda perduram, o Brasil apresenta uma elevação nos casos de gripe. Situação comum com a chegada das estações mais frias do ano.
No entanto, o aumento das chuvas trouxe o alerta na explosão de casos de outra doença que, ainda que não seja respiratória, que apresenta sintomas parecidos com os da gripe e Covid-19: a dengue. Conheça melhor cada uma delas.

Gripe

A gripe é uma doença causada pelo vírus da influenza e conta com centenas de mutações. Por esse motivo, a vacina contra a gripe é atualizada anualmente, e deve ser administrada sempre que disponível.

Os sintomas mais comuns dessa doença são a tosse, febre, dores de cabeça, dores no corpo, cansaço e mal-estar. Em alguns casos, podem ocorrer dores na garganta, coriza, congestão nasal e diarreia, principalmente em crianças. Diferente da Covid-19, a gripe tem período de incubação mais curto. Ou seja, seus sintomas surgem de forma rápida, e a piora no quadro é aguda.

Dengue

O mosquito fêmea do Aedes aegypti, infectado por um flavivírus, é responsável pela transmissão da dengue. Os sintomas clássicos dessa doença infecciosa é a febre alta, que surge de forma abrupta, dores de cabeça, dores no corpo e mal-estar. 

Além desses sintomas, a dengue também causa dores nas articulações, manchas avermelhadas pelo corpo, diarreia, dores musculares e dores nos olhos. Em algumas pessoas, pode estar presente a dor abdominal, irritabilidade, náusea e vômito.

Covid-19

A Covid-19 é uma infecção causada pelo coronavírus Sars-CoV-2. Atualmente, a doença pode ocorrer sem sintomas. Isso porque, o surgimento de novas variantes contribui para manifestações diferentes. 

Em relação aos sintomas clássicos, a Covid-19 apresenta febre, cansaço, tosse seca, perda de olfato e paladar. Os sintomas menos comuns são dores de cabeça, dores de garganta, diarreia, olhos avermelhados e irritação na pele. Já os sintomas graves envolvem falta de ar, dores no peito, dificuldades para andar e confusão mental.

A mutação e desenvolvimento de novas variantes também derivou novos sintomas. A variante delta tem como sintomas obstrução nasal, tosse, dores de cabeça, dores de garganta, coriza e dores abdominais. Já a ômicron causa dores na garganta, fadiga, perda do olfato e paladar, tosse contínua, febre alta, falta de ar, coriza e espirros.

Como diferenciar essas doenças?

O quadro respiratório é a principal forma de diferenciar a gripe, dengue e Covid-19. Afinal, sintomas respiratórios, como dor no peito, falta de ar, tosse, alterações do olfato e paladar não estão presentes na dengue.

Contudo, a gripe e o Covid-19 nem sempre são tão fáceis de diferenciar. Por isso, é importante manter os mesmos cuidados quando a suspeita é de alguma dessas doenças, evitando também a contaminação de outras pessoas.

O que fazer ao perceber esses sintomas?

Ao perceber os sintomas da gripe, dengue ou Covid-19, é importante aumentar a hidratação e evitar a automedicação. Além disso, quando houver suspeita, é possível realizar testes para identificar a doença e, consequentemente, fazer o tratamento adequado.

O diagnóstico correto só pode ser feito pelo médico. Por isso, sempre que possível, busque atendimento médico. Outro ponto importante é observar a evolução dos sintomas. Na presença de quadros que envolvam falta de ar, dificuldades para respirar, prostração, dores abdominais e vômitos frequentes, procure atendimento médico de urgência.

Como posso me prevenir contra essas doenças?

Doenças respiratórias, como a gripe e a Covid-19, podem ser evitadas com a adoção de métodos eficientes. O primeiro deles é a vacinação. A vacina contra a gripe e o coronavírus estão disponíveis para grande parte da população e são fundamentais para evitar a propagação das doenças. 

Além disso, a higienização correta das mãos ajuda a evitar não só essas patologias, como também outras de origem viral e bacteriana. O uso de máscara em locais fechados e aglomerados também faz parte da prevenção, principalmente quando existe a suspeita de infecção.

Por outro lado, quando tratamos da dengue, a principal forma de prevenção é combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. Portanto, é importante evitar o acúmulo de água parada em objetos e quintais para diminuir as chances de reprodução do inseto. 

Nem sempre diferenciar gripe, dengue e Covid-19 é fácil. Por isso, quando os sintomas se agravarem, busque auxílio médico. Desse modo, o profissional pode fazer o diagnóstico rapidamente e iniciar o tratamento indicado, evitando complicações.

Gostou deste conteúdo? Então, veja também porque os cuidados com o coronavírus não podem parar!

3.8/5 - (37 votes)
Gripe, dengue ou Covid? Saiba diferenciar as doenças e quando buscar ajuda médica
Clínica Céu

LEIA TAMBÉM