O que é ultrassonografia de rins e Vias Urinárias e por que fazer?

Um dos principais exames periódicos realizados para identificar problemas renais como cálculos e infecções urinárias é a ultrassonografia de rins e vias urinárias. Esse teste é muito importante para avaliar também condições como perda excessiva de proteínas e funcionamento insuficiente dos rins. 

A seguir, entenda um pouco mais sobre o exame e, porque ele deve ser realizado, assim como outros exames periódicos que ajudam a evitar o surgimento e agravamento de doenças!

O que é a ultrassonografia de rins e vias urinárias?

A ultrassonografia de rins e vias urinárias faz parte dos exames periódicos voltados para o aparelho urinário. Este é um exame de imagem não invasivo usado na avaliação dos órgãos dessa região do corpo, como os rins, os ureteres, a uretra, a bexiga e a próstata, no caso dos homens.

Quando exames periódicos como este são necessários? 

A ultrassonografia de rins e vias urinárias é utilizado para avaliar e o diagnosticar alterações no aparelho urinário (constituído por rins, ureteres, uretra e bexiga). Exames periódicos como este são indicados quando existe a suspeita de malformações anatômicas, refluxo e a presença de cálculos ou tumores. Algumas das indicações para a realização da ultrassonografia, são:

  • Cálculos renais, também conhecidos como pedra nos rins;
  • Identificar pedras, cistos ou obstruções nos rins;
  • Doença policística renal (excesso de cistos);
  • Alterações no tamanho ou estrutura renal;
  • Alterações na parede da bexiga;
  • Insuficiência renal;
  • Órgãos reduzidos;
  • Infecção urinária.

Quais as doenças são detectáveis?

Na ultrassonografia o médico vai avaliar o aspecto dos rins, ureteres e bexiga. Por isso, entre as doenças que podem ser detectadas pelo exame estão infecções urinárias, cálculos renais, hidronefrose (dilatação do rim por retenção ou refluxo de urina), cistos renais e doença policística renal. 

A ultrassonografia de rins e vias urinárias também é usada para avaliar as proteinúrias e hematúrias (perda excessiva de proteínas ou sangue na urina) assim como casos em que o rim está funcionando mal (insuficiência renal).

Como funciona o exame?

O procedimento pode ser feito de duas maneiras: simples e associada ao Doppler. O segundo método permite a análise do fluxo de sangue nos órgãos e presença de jatos urinários no interior da bexiga e torna possível diagnosticar condições em que os órgãos estão reduzidos.

Isso acontece em casos de hipertensão arterial secundária e estreitamento da artéria renal. Ainda que não seja invasivo, o exame pode ser usado como biópsia renal, drenagem de cistos e abscessos renais. 

Como qualquer outro exame de imagem, na ultrassonografia de rins e vias urinárias o médico responsável desliza o transdutor sob o abdômen do paciente, com a ajuda de um gel. Durante o exame, o paciente deve permanecer deitado sob a maca. 

As ondas de som emitidas pelo aparelho são transformadas em imagens, acompanhadas em tempo real durante a realização do procedimento.

Esse método é seguro e indolor, não utiliza nenhum tipo de radiação e nem gera efeitos colaterais. Também não possui reações ou contraindicações. O resultado do ultrassom das vias urinárias é imediato.

Como se preparar para o exame?

Seja para a ultrassonografia de rins e vias urinárias simples ou com uso de Doppler, o paciente deve se preparar para a realização do exame. A seguir, confira os cuidados que devem ser tomados antes do procedimento.

Ultrassom do aparelho urinário simples

É necessário ingerir de dois a cinco copos de água duas horas antes de a realização do exame e reter a urina. Esse processo, que permite a transmissão das ondas sonoras que geram as imagens, facilita a visualização dos órgãos a serem examinados. É indicado levar exames de imagem anteriores para comparação do profissional.

Quando realizado em crianças menores de 7 anos, não é necessária a ingestão de grandes quantidades de líquidos. A partir dessa idade até 15 anos, é necessária a ingestão de quatro copos de água meio hora antes da realização do exame. 

Ultrassom do aparelho urinário com Doppler

Diferente do ultrassom simples, este exame requer jejum absoluto de pelo menos seis horas, inclusive de água, retendo a urina durante pelo menos duas antes da realização do exame. É indicado não fumar ou ingerir bebidas alcoólicas na véspera do procedimento. Medicamentos de uso contínuo devem ser mantidos, e também é preciso levar exames de imagens anteriores.

Você pôde conhecer no post de hoje mais informações sobre a ultrassonografia de rins e vias urinárias, um dos exames periódicos que ajudam a identificar problemas como cálculo renal, infecção urinária e até mesmo tumores. Além disso, o procedimento é indolor, não invasivo, rápido e sem efeitos colaterais. 

Se você precisa realizar exames como a ultrassonografia de rins e vias urinárias, faça agora mesmo seu agendamento na Clínica CEU!

Rate this post
O que é ultrassonografia de rins e Vias Urinárias e por que fazer?
Equipe da Clínica CEU

Responsável pelo conteúdo: Dr Rogério Augusto Pinto da Silva - CRM: 13323 - MG. Currículo Lattes. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728497Y9

LEIA TAMBÉM