Implante subcutâneo: como funciona o método contraceptivo

O implante subcutâneo é um método contraceptivo de alta eficácia e com longa duração. Disponível no Brasil, o dispositivo é feito de material plástico especial e apresenta 4 cm de comprimento e 2 mm de diâmetro. 

Flexível, o implante subcutâneo contém o hormônio etonogestrel, similar à progesterona, hormônio produzido pelo ovário. Sua inserção acontece embaixo da pele, geralmente no braço da mulher. Continue a leitura para entender melhor como este método contraceptivo funciona!

Como funciona o implante subcutâneo?

O implante subcutâneo é inserido debaixo da pele do antebraço. Após sua aplicação, o dispositivo começa a liberar de forma contínua o hormônio contido, enviando-o para a corrente sanguínea da mulher. 

A função deste hormônio é bloquear as ações dos ovários, impedindo que ocorra a liberação de óvulos. Além disso, o etonogestrel aumenta a hostilidade do muco cervical, que passa a se tornar mais espesso e, consequentemente, reduz a motilidade do espermatozoide, impedindo-o de chegar até o óvulo, caso seja liberado.

Como é feita a inserção?

A inserção do implante subcutâneo deve ser realizada por um profissional capacitado em uma clínica específica. O indicado é que seja feito nos primeiros 7 dias do ciclo menstrual, ou em qualquer momento do ciclo. No entanto, a mulher deve ter certeza de não estar grávida no momento. 

O procedimento é simples e rápido. Antes de inserir o implante, o profissional aplica uma pequena quantidade de anestesia no local. Depois de alguns minutos, quando a mulher sentir os efeitos do anestésico, o profissional realiza a inserção com um aplicador descartável. Após o procedimento, é colocado um curativo adesivo no local, e a mulher deve evitar molhar o local por, pelo menos, oito horas.

O efeito do implante subcutâneo pode durar 6 meses, 1 ano e até 3 anos. Depois desse período, o dispositivo deverá ser retirado e substituído por um novo, caso a mulher escolha continuar usando o método. Caso o implante siga apresentando desconforto na área inserida depois de alguns dias, é preciso entrar em contato com o profissional de saúde para uma avaliação.

Posso engravidar após usar o implante subcutâneo?

O implante subcutâneo não tem nenhum efeito relacionado à fertilidade da mulher. Por isso, se o desejo for desenvolver uma gestação, basta retirar o implante. Entre 76% e 100% das mulheres que utilizam este método contraceptivo conseguem engravidar no primeiro ano após sua remoção.

Essa taxa é semelhante à de pessoas que interromperam outros métodos, como o DIU (dispositivo intrauterino). O uso do implante subcutâneo não aumenta riscos para anomalias congênitas nem problemas de saúde infantil para gestação concebida depois da remoção do dispositivo.

Existe alguma contra-indicação para o uso do implante?

Como todo medicamento, o implante subcutâneo pode causar alguns efeitos colaterais após sua inserção. Por esse motivo, antes de escolhê-lo como o método apropriado, é necessário conversar com seu ginecologista. A contra-indicação do dispositivo é para mulheres grávidas. No entanto, devemos apontar algumas reações adversas, mesmo que não sejam frequentes, como:

  • Leve aumento de peso;
  • Aumento da oleosidade da pele;
  • Acne;
  • Surgimento de manchas na pele;
  • Dores de cabeça;
  • Dores abdominais;
  • Sensibilidade nas mamas;
  • Diminuição da libido;
  • Alteração de humor.

A maioria dessas reações são transitórias, assim como o escape menstrual, e podem ser sentidas no período de adaptação, ou seja, os primeiros seis meses após a inserção do dispositivo. Além disso, devemos lembrar que o implante subcutâneo tem a função de evitar uma gravidez não-desejada, não apresentando efeito algum, na proteção contra IST ‘s (infecções sexualmente transmissíveis). 

O implante subcutâneo é um dos métodos contraceptivos mais eficientes do mundo, com 99% de chances de sucesso. Além de seguro e eficaz, seu uso é conveniente, evitando os problemas que podem acontecer pelo esquecimento de tomar o anticoncepcional oral diariamente, ou realizar aplicações mensais. 

Entretanto, antes de tomar qualquer decisão relacionada à sua saúde, procure um ginecologista para avaliarem juntos qual o método mais indicado, considerando seu organismo, rotina e necessidades. Caso tenha decidido pelo Implante subcutâneo, certifique-se de escolher uma clínica qualificada para a inserção, que ofereça segurança e qualidade no atendimento.

Já decidiu realizar a inserção do implante subcutâneo junto ao seu médico? Então, realize o agendamento para o implante de seu dispositivo em nosso site! Nosso corpo clínico qualificado está pronto para realizar o procedimento com segurança e eficácia!

Implante subcutâneo: como funciona o método contraceptivo
Equipe da Clínica CEU

Responsável pelo conteúdo: Dr Rogério Augusto Pinto da Silva - CRM: 13323 - MG. Currículo Lattes. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728497Y9

LEIA TAMBÉM