Ultrassom para idosos: conheças os principais cuidados

Você já percebeu como a longevidade dos brasileiros aumentou nos últimos tempos? Dos anos 1990 para cá, a expectativa de vida subiu de 62 para 73 anos! Isso é incrível e muito disso se dá graças ao avanço na área da saúde e à realização de exames como o ultrassom para idosos.

Exames de imagem, como o ultrassom, são um excelente meio de prevenção e diagnóstico de enfermidades. Trata-se de uma prática importantíssima, mas que deve ser realizada com todos os cuidados pertinentes.

Se você vai fazer um ultrassom e está preocupado com os possíveis riscos do exame, continue a leitura. Vamos tirar todas as suas dúvidas.

O que é e como é feito o ultrassom

O exame de ultrassom, também chamado de ultrassonografia ou ecografia, é um dos exames de imagem mais utilizados na medicina.

É um procedimento não invasivo que permite visualizar com detalhes as movimentações das estruturas internas do paciente, bem como seus órgãos e tecidos.

Neste exame, o paciente fica deitado e é passado um gel condutor na região a ser avaliada. Com isso, o médico deslizará o transdutor – um equipamento que emite e capta ondas sonoras não audíveis – na pele do paciente. As ondas captadas, por sua vez, são interpretadas e a partir delas se forma a imagem.

Existem diversos tipos de ecografia. Conheça alguns:

  • Ultrassom 2D: que forma imagens bidimensionais (em duas dimensões);
  • Ultrassom 3D: que forma imagens tridimensionais (em três dimensões, ou seja, que têm profundidade);
  • Ultrassom 4D: que forma imagens 3D em tempo real;
  • Ultrassom com Doppler: esse exame verifica o fluxo sanguíneo do paciente.

    A importância do ultrassom para idosos

O corpo humano é como uma máquina e, como qualquer outra, vai se desgastando ao longo do tempo.

Sendo assim, para ter certeza de que está tudo certo com a saúde, é importante que pessoas na terceira idade façam acompanhamento médico frequente.

A realização do ultrassom para idosos é de grande importância, pois esse exame mostra com clareza os órgãos internos, permitindo identificar problemas como: lesões, inchaços, tumores, presença de cálculos, estreitamento de artérias, dentre outros.

Este exame se faz ainda mais importante em pessoas com mais de 50 anos, principalmente tabagistas, pois permite identificar uma possível dilatação da aorta, o que pode causar um aneurisma, ou até levar o paciente a óbito.

O ultrassom é perigoso para pessoas idosas?

A ultrassonografia é um exame rápido, indolor e pouco invasivo. A prova disso é que logo após a sua realização o paciente está livre para voltar às suas atividades normais.

Muitas pessoas temem este exame devido à radiação e acreditam que isso poderia causar lesões, ou aumentar o risco de câncer, por exemplo, mas pode ficar tranquilo!

Ultrassom não emite radiação. Toda a captação da imagem é feita por ondas sonoras.

Há, ainda, outro receio em relação ao ultrassom para idosos. Muitos acreditam esse procedimento poderia alterar o ritmo do marca-passo. Entretanto, isso é apenas uma confusão, já que nesse exame não existe a formação de campos magnéticos que poderiam danificar o dispositivo.

Portanto, de forma geral, não existe contraindicação para a realização do teste.

Por outro lado, mesmo se tratando de um exame muito seguro, o ultrassom para idosos deve ser realizado em uma clínica competente e devem ser feitos os preparos necessários.

Você conhece os preparos para o exame? Veja a seguir!

Preparo para a ultrassonografia

Existem vários tipos de ecografia, conforme mencionamos e muitos não pedem nenhum preparo.

Em alguns casos, porém, pode ser necessário fazer algum tipo de preparo. Mesmo assim, costuma ser algo bem simples, como no caso de ultrassons abdominais em que é preciso fazer jejum, evitar comidas gordurosas, bebidas gasosas e frutas ácidas no dia anterior.

Em alguns tipos de ultrassonografia, como nas que avaliam o sistema urinário ou a região inferior do abdômen, deve-se beber bastante água antes do exame e manter a bexiga cheia – isso facilita a captação das imagens!

 Ultrassom para idosos e cuidados contra o Covid-19

Covid-19 é uma doença respiratória aguda e os idosos fazem parte do grupo de seu grupo de risco.

Por isso, neste cenário, mudaram-se os protocolos de realização desses exames, indicado, agora, apenas em caso de real necessidade.

Caso seja importante fazer o ultrassom, alguns cuidados devem ser tomados para evitar contaminação, tanto do paciente quanto do corpo médico. O principal deles, realizado pela clínica, é a desinfecção da sala de laudos, bem como do equipamento de ultrassom e do transdutor.

É muito importante que todo o corpo médico esteja usando equipamentos de proteção individual. Da mesma forma, o paciente deve utilizar máscara de proteção durante o exame e enquanto estiver nas dependências da clínica.

 Onde realizar ultrassom para idosos em BH?

Como ressaltamos, a ultrassonografia é um exame seguro e muito importante para o diagnóstico e prevenção de diversas condições, mas se tratando de ultrassom para idosos todo cuidado é pouco!

Por isso, para realizar o exame com toda a segurança e conforto que você merece, procure a Clínica CEU!

Estamos há mais de 30 anos no mercado de diagnósticos por imagem e nosso trabalho é reconhecido pela excelência e seriedade.

Para agendar seu exame ligue para (31) 3289-0500, entre em contato pelo WhatsApp (31) 98437-6216 ou solicite agendamento online!

Ultrassom para idosos: conheças os principais cuidados
admin

LEIA TAMBÉM