Dia Mundial da Infância e a importância dos exames de rotina

Comemorado no dia  24 de agosto, o Dia Mundial da Infância foi instituído para promover reflexões e debates relacionados à forma como as crianças estão vivendo no mundo. Diante de uma das maiores pandemias já vistas, este dia ganha dimensão ainda maior.

Quando falamos sobre criança saudável, feliz e bem cuidada, muitas vezes não consideramos as visitas periódicas ao médico e exames de rotina. Contudo, o check-up de saúde para as crianças é essencial para garantir que elas tenham o desenvolvimento adequado.

Com a pandemia do Novo Coronavírus, muitos pais evitaram levar as crianças ao médico, ação que pode causar problemas em longo prazo. As consultas frequentes e os exames de rotina ajudam os médicos a entender como está a saúde geral dos na infância. 

Para entender a relevância do Dia Mundial da Infância e a de manter as consultas e exames de rotina em crianças mesmo durante o isolamento social, continue acompanhando a leitura conosco!

O que é o Dia Mundial da Infância?

O Dia Mundial da Infância, comemorado em 24 de agosto, foi criado pela Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância, e está presente somente no calendário brasileiro. O propósito do Dia da Infância é promover a reflexão sobre as condições em que as meninas e meninos vivem. No Brasil, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), são consideradas crianças aqueles com até doze anos incompletos. 

Qual a importância de manter o acompanhamento médico das crianças?

Uma das preocupações que são abordadas pelo Dia da Infância é a importância do brincar para a formação da criança. Afinal, é durante a brincadeira que ela tem a oportunidade de estabelecer relações sociais, exercitar mente e corpo e estimular suas dimensões motora, cognitiva e afetiva.

Brincando, a criança também se desenvolve e, sem perceber, começa a se conhecer e conhecer o mundo que a cerca, melhorando sua criatividade, coordenação motora, raciocínios lógico e  outras habilidades essenciais para que o crescimento seja sadio.

No entanto, para que isso aconteça, a criança deve ter acompanhamento médico periódico, como forma de garantir um desenvolvimento saudável. Em consultas de rotina, os pediatras podem pedir por alguns exames para verificar a saúde da criança. Eles são importantes não apenas para checar a presença de patologias, mas principalmente para a prevenção de qualquer problema. 

Segundo organizações de saúde, os exames laboratoriais em crianças e adolescentes saudáveis precisam ser feitos com moderação e apenas após o pedido de um médico. Essa recomendação visa evitar que passem por procedimentos invasivos desnecessários.

Por que priorizar os exames de rotina?

Com mais de um ano após o início da pandemia, o atraso nos exames de rotina podem afetar a saúde das crianças, assim como o tratamento de algumas doenças. Da mesma forma, prejudica as chances de garantir um diagnóstico precoce, que possa oferecer a terapia adequada.

Considerando a importância dos exames de rotina, é fundamental manter sua periodicidade também para crianças, deixando de realizá-los somente em casos extremos. A seguir, acompanhe os exames de rotina em crianças que devem ser feitos mesmo durante a pandemia, sempre após o pedido médico. 

Urina e fezes

Um dos testes mais comuns solicitado pelos pediatras. Por meio dele, é possível identificar a presença de bactérias, infecções e também quantificar se há perda de proteína e desnutrição infantil. Já a análise de fezes permite a identificação de parasitas, sangue oculto, e muco anormal, que revelam informações importantes sobre a saúde da criança.

Hemograma 

Um dos exames de rotina mais comuns, mas que pode causar muito estresse entre as crianças e os pais. Apesar da possível dificuldade de coleta, o hemograma é imprescindível para a manutenção da saúde dos pequenos.

É por meio dele que é possível identificar patologias comuns entre as crianças, como infecções e anemias. Além disso, ele permite a identificação de doenças crônicas já na infância.

Anticorpos para Hepatites A, B e C

Feito também pela coleta de sangue, o exame que identifica os anticorpos para hepatites A, B e C auxilia na tomada de decisões sobre a vacinação ou reforço das enfermidades. Além disso, ele também ajuda no tratamento de doenças que podem ser assintomáticas em alguns casos.

Glicemia e insulina

A diabetes infantil é uma preocupação global. Por conta disso, os testes de glicemia e insulina podem ser importantes para identificar e combater a patologia no pequeno, especialmente se há casos da doença na família.

Raio-X de idade óssea

Diferente dos exames de rotina citados anteriormente, o raio-x de idade óssea é um exame por imagem. Isso quer dizer que não há a necessidade de coletar sangue ou outros fluidos para fazer a análise.

Esse tipo de radiografia é geralmente solicitado em caso da altura ou do peso da criança estarem fora dos valores padrões dessas medidas. O exame verifica se há algum problema de crescimento.

Ultrassom

Outro exame clínico por imagem que pode ser incluído na rotina de exames da criança é a ultrassonografia. Por ser simples e não invasivo, o teste é indicado desde o pré-natal e pode também ser solicitado até para recém-nascidos.

Existem diferentes tipos de ultrassom, e esse tipo de exame é muitas vezes utilizado para uma primeira avaliação dos órgãos internos, como fígado, rins, ou até mesmo apêndice, tireoide, vasos sanguíneos, vesícula, entre outras partes do corpo. 

O Dia Mundial da Infância e os exames de rotina para as crianças

Você pôde conhecer na leitura de hoje o que é o Dia Mundial da Infância, assim como a importância de manter consultas e exames de rotina na vida da criança, mesmo durante o distanciamento social, como forma de prevenir doenças e garantir o desenvolvimento saudável. 

Gostou das informações? Então, veja também como fazer exames de rotina durante o isolamento social!

Dia Mundial da Infância e a importância dos exames de rotina
Equipe da Clínica CEU

Responsável pelo conteúdo: Dr Rogério Augusto Pinto da Silva - CRM: 13323 - MG. Currículo Lattes. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728497Y9

LEIA TAMBÉM