Teste ergométrico: o que é, como funciona, indicações e preparo

O teste ergométrico, também conhecido como teste de esforço, é um tipo de exame que tem por objetivo analisar a saúde do coração com o corpo em movimento.

O procedimento coleta a resposta do sistema cardiovascular ao estresse da atividade. Isso é feito de forma gradual e controlada por um especialista e por aparelhos. E como isso acontece?

Primeiro, são colocados eletrodos no corpo do paciente. O teste de esforço provê informações valiosas sobre a saúde da pessoa. Dentre elas, a possível presença de isquemia, a aptidão cardiorrespiratória e também dores no peito.

Aliás, o exame não é feito apenas para avaliar uma possível presença de doença cardíaca. O teste ergométrico também lança luz sobre eficácia de tratamentos que porventura o paciente esteja fazendo uso.

O teste de esforço é feito sob demanda de um especialista, geralmente dentro de um pacote de check-up geral. Ele também pode ser solicitado caso o paciente venha a iniciar uma prática de exercícios físicos mais intensa do que o normal.

Portanto, este é um ponto chave do procedimento e é essencial que a pessoa faça um acompanhamento médico com cardiologista. 

Isso é ainda mais importante no caso de pessoas que tenham em suas famílias histórico de doenças graves ou que façam parte de algum grupo de risco, como fumantes, diabéticos, hipertensos e pessoas com colesterol alto.

Portanto, entenda com mais detalhes o que é o teste de esforço, quais as suas indicações, como ele é feito e suas contra indicações no texto a seguir.

O que é teste ergométrico?

O teste ergométrico ou teste de esforço coleta dados sobre a resposta do organismo em situações de esforço físico progressivo. Ele provê dados diagnósticos e prognósticos riquíssimos para se entender a saúde do indivíduo.

Por meio do aumento da demanda metabólica do coração, é possível se avaliar com mais clareza o estado do órgão. Por outro lado, o procedimento não é invasivo e é feito totalmente sob o controle de um especialista.

Há duas técnicas de exame. 

  • Teste ergométrico computadorizado

O teste ergométrico computadorizado é realizado com equipamentos mais precisos e que proveem informações mais assertivas sobre o miocárdio.

  • Teste ergométrico convencional

O teste ergométrico convencional é feito com equipamentos mais simples, geralmente sem a presença de computadores.

De toda forma, é essencial salientar que são alguns pontos são indispensáveis para o procedimento. Isso inclui, funcionários treinados, ambiente controlado e profissional preparação, por parte do paciente.

Indicações do exame

O teste de esforço é um procedimento inicial muito amplo que detecta anormalidades no coração. De acordo com o Departamento de Ergometria e Reabilitação da Sociedade Brasileira de Cardiologia, as indicações para fazer o teste ergométrico são para pacientes que precisam identificar ou já possuam:

  • Hipertensão Arterial;
  • Doença Arterial Coronária;
  • Arritmias;
  • Outros casos especiais, como para atletas ou pessoas que aspiram ser.

No entanto, suas recomendações não param por aí. Outras pessoas também pode se beneficiar com o procedimento.

Como se preparar para o teste de esforço

As recomendações para o preparo incluem:

  • Não fumar por, pelo menos, duas horas antes e uma hora após o exame;
  • Alimentar-se normalmente, de preferência de uma a duas horas antes do procedimento. O teste de esforço não pode ser feito em jejum;
  • Usar roupas confortáveis e tênis;
  • Não utilizar cosméticos como: cremes, hidratantes, pomadas ou gel no dia do exame.

A suspensão de medicamentos depende do objetivo do exame. Nesse sentido, há preparos específicos para o caso de diagnóstico de doença arterial coronária. A orientação é que sejam não sejam ingeridos remédios para o exame, pois estes podem inibir a manifestação da doença.

Além disso, é recomendável que o paciente proteja o tórax do sol, por, pelo menos, 72 horas após o exame. Isso é indicado para evitar irritações na pele.

O que o exame avalia

Os principais fatores de avaliação no teste de esforço são:

  • Identificar a presença de doença arterial coronária;
  • Analisar a capacidade funcional cardiorrespiratória;
  • Detectar a presença de arritmias;
  • Buscar por anormalidades na pressão arterial e isquemia miocárdica;
  • Identificar o possível surgimento de sopros ou indícios de falência ventricular;
  • Analisar o progresso de doença cardíaca.

Há, também, casos específicos de avaliação que podem ser sugeridos pelo seu cardiologista.

Como o teste ergométrico é feito

Para se responder a esta pergunta, é necessário saber para que indicação o exame está sendo orientado. Além disso, o quadro de saúde da pessoa e a idade influenciam nesta resposta.

De forma geral, o teste de esforço é simples. São colocados eletrodos no corpo do paciente e ele deve começar a andar numa esteira. Aos poucos, a intensidade do exercício – controlada por um especialista – vai aumentando.

Entre o início e fim de cada ciclo, são registradas a pressão arterial, o ritmo e a frequência cardíaca. O tempo de duração do teste de esforço é de 8 minutos e ele pode ser interrompido caso o paciente demonstre exaustão.

Contraindicações e riscos

Uma vez que exige determinado grau de esforço, o teste ergométrico deve ser feito cautelosamente em, principalmente quando o exame é feito em pessoas idosas.

As principais contraindicações são orientadas para os portadores de doenças arteriais coronarianas, arritmias não controladas, ou que apresentam obstrução no tronco da artéria coronária esquerda ou equivalente.

Além dessas, pacientes com estenose aórtica grave; miocardites e pericardites agudas; embolia pulmonar; hipertensão arterial grave ou qualquer outro problema agudo.

Mulheres gestantes, pessoas que possuam quadros de infecção medicamentosa e que tenham limitações física ou emocional também devem ficar de fora das indicações.

Conforme apresentamos, o teste ergométrico pode fazer parte dos procedimento de check-up, mas deve ser feito com indicação, o preparo correto e a análise das contraindicações pelo cardiologista.

Precisa realizar seu teste de esforço em BH? Solicite o agendamento do exame online e realize o procedimento com agilidade e segurança na Clínica CEU.

5/5 - (1 vote)
Teste ergométrico: o que é, como funciona, indicações e preparo
Equipe da Clínica CEU

Responsável pelo conteúdo: Dr Rogério Augusto Pinto da Silva - CRM: 13323 - MG. Currículo Lattes. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728497Y9

LEIA TAMBÉM