Teste ergométrico x teste de esforço: você sabe a diferença?

As doenças cardiovasculares são 7 das 10 principais causas de morte no mundo, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). Entre os exames de rotina que podem ser utilizados para prevenção e diagnóstico está teste ergométrico ou teste de esforço. 

Com fatores que influenciam as doenças do coração, como diabetes, hipertensão, obesidade e tabagismo é fundamental manter os exames de rotina para diagnóstico, tratamento e prevenção. A seguir, conheça um pouco mais destes exames, e saiba se existe diferença entre eles!

O que é o teste ergométrico?

O exame de  teste ergométrico coleta dados sobre a resposta do organismo em situações de esforço físico progressivo. Ele provê dados diagnósticos e prognósticos riquíssimos para se entender a saúde do indivíduo.

Por meio do aumento da demanda metabólica do coração, é possível se avaliar com mais clareza o estado do órgão. Por outro lado, o procedimento não é invasivo e é feito totalmente sob o controle de um especialista. Existem duas técnicas de exame: 

  • Teste ergométrico computadorizado: realizado com equipamentos mais precisos e proveem informações mais assertivas sobre o miocárdio;
  • Teste ergométrico convencional: é feito com equipamentos mais simples, geralmente sem a presença de computadores.

De toda forma, é essencial salientar que são alguns pontos são indispensáveis para o procedimento. Isso inclui, funcionários treinados, ambiente controlado e profissional preparação, por parte do paciente.

Qual a diferença entre teste ergométrico e teste de esforço?

O teste ergométrico é um importante exame usado na avaliação cardiológica e nada difere do teste de esforço. Seu diferencial se deve pelo exercício físico de maior intensidade exigido do paciente. Por isso, o teste ergométrico também é chamado teste de esforço ou eletrocardiograma de esforço.

Quando ele é necessário?

O teste de esforço é um procedimento inicial muito amplo que detecta anormalidades no coração. De acordo com o Departamento de Ergometria e Reabilitação da Sociedade Brasileira de Cardiologia, as indicações para fazer o teste ergométrico são para pacientes que precisam identificar ou já possuam:

  • Doença Arterial Coronária;
  • Hipertensão Arterial;
  • Arritmias.

Outros casos especiais, como para atletas ou pessoas que aspiram ser. Assim, é usado para avaliar atletas e liberar pessoas para a prática de exercícios físicos. No entanto, suas recomendações não param por aí. Outras pessoas também pode se beneficiar com o procedimento, com a realização apenas como exame periódico, assegurando a prevenção contra problemas cardíacos.

Como o teste ergométrico é feito

Para se responder a esta pergunta, é necessário saber para que indicação o exame está sendo orientado. Além disso, o quadro de saúde da pessoa e a idade influenciam nesta resposta.

De forma geral, o teste de esforço é simples. São colocados eletrodos no corpo do paciente e ele deve começar a andar numa esteira. Aos poucos, a intensidade do exercício – controlada por um especialista – vai aumentando.

Entre o início e fim de cada ciclo, são registradas a pressão arterial, o ritmo e a frequência cardíaca. O tempo de duração do teste de esforço é de 8 minutos e ele pode ser interrompido caso o paciente demonstre exaustão.

Por que não posso deixar de fazer o teste ergométrico quando meu médico solicitar?

O teste ergométrico permite que o médico faça o diagnóstico de diversas anormalidades no coração, como doença arterial coronariana. Além disso, também ajuda a detectar eventuais arritmias, problemas na pressão arterial a falta de irrigação em uma parte do coração com entupimento.

O teste ergonômico também promove a avaliação funcional de doença cardíaca já conhecida. Da mesma forma, orienta a prescrição de exercícios físicos em pessoas doentes ou sadias.

Assim como outros exames de rotina, o teste ergométrico é fundamental para identificar alterações, permitindo um diagnóstico precoce, e ajudando a realizar um tratamento rápido, evitando complicações.

No conteúdo de hoje, você pôde entender melhor o teste ergométrico, também conhecido como teste de esforço, suas indicações e a importância de realizá-lo. Por isso, não deixe de comparecer às consultas e exames de rotina, garantindo qualidade de vida e bem-estar.

Quer continuar se informando? Conheça também como realizar exames de rotina durante o isolamento social!

Rate this post
Teste ergométrico x teste de esforço: você sabe a diferença?
Zeit

LEIA TAMBÉM


Warning: Use of undefined constant php - assumed 'php' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/dcm6c87qt1ur/public_html/wp-content/themes/ceu/sidebar.php on line 1