7 dicas para melhorar a memória e manter o cérebro jovem

Útil para as atividades diárias, a memória é uma ferramenta que tem seu uso variado de uma pessoa para outra. Entretanto, independente de doenças neurológicas como o Alzheimer, o cérebro de todos começa a envelhecer em determinado momento da vida, motivo que nos leva a buscar alternativas para melhorar a memória. 

Por volta dos 35 anos, algumas pessoas acabam presenciando alguns sinais de esquecimento ou demora para lembrar de certas informações, processo natural visto que é a partir dessa idade que o cérebro começa a apresentar diminuição em seu processamento. A boa notícia é que podemos reverter de certa forma esse processo. Na leitura a seguir, você vai conferir 7 dicas para melhorar a memória e manter o cérebro jovial. Acompanhe!

7 dicas para melhorar a memória e manter o cérebro jovial

Para evitar que o cérebro sofra efeitos acelerados do envelhecimento, algumas alternativas podem contribuir para melhorar a memória, mantendo a mente ativa e estimulada. Conheça 7 dicas que ajudam nesse processo.

1. Evite muitas tarefas ao mesmo tempo

Realizar muitas tarefas simultaneamente é a realidade de muitas pessoas na atualidade. A tentativa de realizar diversos trabalhos ao mesmo tempo, é uma forma de tentar concluí-los no menor tempo possível.

No entanto, essa prática contribui para a falta de atenção nas ações e, consequentemente, esquecimento. Por isso, para melhorar a memória, é preciso evitar muitas tarefas ao mesmo tempo.

2. Mantenha sua saúde em dia

Para que o cérebro possa ter um bom funcionamento, o sangue deve conseguir abastecê-lo de forma eficaz. Por esse motivo, algumas doenças cardiovasculares, diabetes e colesterol podem agravar o esquecimento com o avanço da idade, visto que essas condições pioram a circulação do sangue.

A Associação Americana de Cardiologia lançou um programa chamado Life ‘s Simple 7, conjunto com 7 passos que auxiliam na prevenção de demências e ajudam a melhorar a memória. A entidade reforça que essas medidas devem ser aplicadas desde a infância, sendo elas:

  • controle da pressão arterial;
  • controle do colesterol;
  • manter níveis de açúcar dentro do normal;
  • realizar atividades físicas;
  • se alimentar de forma saudável;
  • perder peso extra;
  • não fumar.

3. Enriqueça seu cardápio

Outra dica para melhorar a memória é ter uma alimentação equilibrada. Por isso, enriquecer o cardápio é uma forma de consumir proteínas, vitaminas e nutrientes importantes para o organismo. 

É preciso priorizar frutas, legumes, verduras, grãos, azeite e carnes brancas, evitando o consumo de carne vermelha, gordura e açúcares. O peixe, alimento que oferece grande aporte de ômega 3, gordura que contribui para melhorar a memória, pode ser ingerido até 3 vezes por semana.

4. Tenha boa qualidade de sono

Enquanto dormimos, o registro de tudo aquilo que foi vivido durante o dia se estabiliza no hipocampo, região do cérebro de onde as informações podem ser resgatadas quando for necessário. Portanto, para melhorar a memória, não basta somente fechar os olhos, o sono deve ter qualidade

Pessoas que dormem bem apresentam menores riscos de sofrer declínio cognitivo. Na contramão, aqueles que apresentam apneia do sono aumentam as chances para doenças como demência. 

5. Pratique atividades físicas

Praticar atividades físicas regularmente é outra forma de melhorar a memória. Isto porque, as atividades físicas estão associadas a formação de novos neurônios, melhorando a resposta cardiovascular, fundamental para o cérebro, visto que este órgão depende de um bom fluxo sanguíneo.

Além disso, exercícios físicos podem aumentar o hipocampo, áreas que realizam o armazenamento e processamento das memórias. Atividades como correr, nadar e andar de bicicleta parecem apresentar mais benefícios. Contudo, é importante associá-las a exercícios de resistência, como pilates e yoga.

6. Exercite seu cérebro

Aprender novas tarefas é a melhor maneira de melhorar a memória e treinar o cérebro. Por isso, invista em aulas de dança, novos instrumentos musicais, prática de novos idiomas e jogos como Sudoku, que contribuam para melhorar a capacidade da memória.

A repetição realizada durante o processo de aprendizagem ajuda o cérebro a reter as informações. Além disso, outra forma de melhorar a memória treinando o cérebro é esforçando-se para recordar informações como datas, nomes e caminhos.

7. Descanse

O descanso, assim como a meditação, é uma forma de consolidar as memórias. Ao focar a mente em algo prazeroso, como um esporte ou atividade de lazer, é possível melhorar a memória, mantendo-se descansado e saudável. O período de ócio é fundamental para que a mente consiga ter atenção em algo que não seja somente problema.

Você acompanhou 7 dicas para melhorar a memória e manter seu cérebro jovial. Lembre-se que além de realizar exames de rotina que garantam que a saúde esteja em dia, é fundamental manter a mente organizada e ativa para não sofrer os efeitos do envelhecimento.

Quer continuar exercitando sua mente? Então, conheça 6 substâncias para turbinar o sistema imunológico

7 dicas para melhorar a memória e manter o cérebro jovem
Equipe da Clínica CEU

Responsável pelo conteúdo: Dr Rogério Augusto Pinto da Silva - CRM: 13323 - MG. Currículo Lattes. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728497Y9

LEIA TAMBÉM