Sistema imunológico: 6 substâncias importantes para turbinar a imunidade

Exposto a microrganismos como fungos, bactérias e vírus, nosso organismo pode correr sérios riscos quando o sistema imunológico está fragilizado. Assim, em momentos de fragilidade, começamos a apresentar sinais de resfriados, gripes e infecções. E, consequentemente, de doenças um pouco mais graves. 

Desse modo, por ser responsável pelo combate a ação desses agentes nocivos, o sistema imunológico foi muito discutido nos últimos meses. Ou seja,  quando muitas pessoas passaram a acreditar que o uso de vitaminas e nutrientes poderia combater doenças como a Covid-19, causada pelo novo Coronavírus. Contudo, assim como afirma a Associação Brasileira de Nutrição (ASBRAN), não existem receitas milagrosas que substituam a higienização e o distanciamento social. 

No entanto, já em relação ao sistema imunológico, com o equilíbrio de vitaminas e nutrientes corretos, alguns problemas podem ser evitados. Por exemplo,  doenças que invadem o organismo quando nossa imunidade está baixa.

A seguir, você vai conhecer as 6 substâncias importantes para turbinar o sistema imunológico e afastar essas doenças. Confira!

6 substâncias importantes para o sistema imunológico

Para evitar o aparecimento de doenças oportunistas, que acabam invadindo o organismo quando estamos com o sistema imunológico em baixa, é importante manter o consumo de vitaminas e nutrientes que auxiliam no funcionamento do organismo. Conheça os 6 mais importantes.

1. Vitamina C

A vitamina C é um importante antioxidante para o organismo, com papel preventivo e terapêutico para doenças que afetam o sistema respiratório. Ainda que não tenham estudos robustos que apontem esse efeito, foi observado que pessoas que fazem o uso da vitamina por meio da alimentação (acerola, laranja, brócolis) apresentam menores episódios de gripes e resfriados quando comparadas aquelas que não possuem uma dieta rica em vitamina C.  Dessa forma, isso torna a substância um grande aliado do sistema imunológico. 

2. Vitamina E

Assim como a C, a vitamina E possui propriedades antioxidantes. Assim, auxiliando na diminuição e reparo de danos provocados por radicais livres. Ou seja, combatendo o envelhecimento precoce e auxiliando na manutenção da pele e dos cabelos.

A vitamina E também atua na cicatrização dos tecidos do corpo, sendo uma das substâncias que atuam no fortalecimento do sistema imunológico e ajudando no combate às doenças

3. Vitamina D

Diferente do que se imagina, a vitamina D é um hormônio produzido por nosso organismo e sintetizado na pele por meio da exposição aos raios solares. Com a necessidade do isolamento social devido à pandemia, muitas atividades externas foram reduzidas, diminuindo o tempo e exposição ao sol e levando muitas pessoas a apresentar a deficiência dessa substância

Essencial para a saúde e o desenvolvimento dos ossos, a vitamina D atua como reguladora do crescimento, sistema cardiovascular, muscular, metabólico e insulinodependente. As células de defesa presentes no sistema imunológico, chamadas linfócitos, apresentam receptores que ajudam a vitamina D no fortalecimento das células de defesa. Por esse motivo, manter as taxas dessa substância sempre em ideais é fundamental para o bom funcionamento do corpo.

4. Vitamina A

A vitamina A é uma substância que tem entre suas propriedades a modulação da imunidade. É encontrada na natureza em alimentos de origem animal e em vegetais, existentes nos carotenoides. As principais fontes de obtenção da vitamina A são fígado, óleos, vegetais como cenoura e couve.

5. Zinco

Extremamente importante para o organismo no combate a agentes invasores, a deficiência do zinco no corpo pode permitir maior ocorrência de infecções virais. Afinal, ele interfere na manutenção da função do sistema imunológico e síntese das hemoglobinas. Desse modo, as principais fontes de zinco são alimentos como hortaliças, amendoim, fígado, frutas secas e carne de boi. 

6. Selênio

Mineral também com alto poder antioxidante, o selênio é facilmente absorvido pelo nosso organismo. Entre suas funções, realiza o controle de radicais livres participando na resposta do sistema imunológico a infecções. Em contrapartida, a ingestão excessiva do mineral pode ser prejudicial ao organismo. Por isso, é indicado o consumo somente de 5 gramas ao dia, o equivalente a uma unidade de castanha do Pará.

Ter uma alimentação saudável e equilibrada que ajude a contribuir com a resistência do sistema imunológico às infecções é uma das formas de manter-se saudável e longe de problemas que podem ser facilmente evitados. 

Além disso, manter regularidade em exames preventivos auxilia na descoberta do déficit de alguma dessas substâncias importantes, melhorando as chances de reposição indicada por um profissional.

Você pôde conhecer 6 substâncias importantes para turbinar o sistema imunológico, mantendo-o saudável e distante de algumas doenças e infecções. Assim, para evitar o desequilíbrio dessas substâncias e a baixa imunidade, mantenha os exames em dia, assim como as visitas anuais ao médico.

Gostou deste conteúdo? Então, conheça também 6 dicas valiosas para aumentar a imunidade durante o verão!

Sistema imunológico: 6 substâncias importantes para turbinar a imunidade
Equipe da Clínica CEU

Responsável pelo conteúdo: Dr Rogério Augusto Pinto da Silva - CRM: 13323 - MG. Currículo Lattes. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728497Y9

LEIA TAMBÉM