O que é eletrocardiograma e como é feito

O eletrocardiograma, também chamado de ECG, é um exame que analisa o desempenho do coração, avaliando o ritmo, a velocidade e a quantidade dos batimentos. É um exame indolor, não-invasivo e bastante comum em investigações de doenças cardíacas, podendo ser realizado por praticamente qualquer paciente, sem muitas contraindicações.

O ECG também pode ser solicitado em consultas de rotina com o cardiologista, sem que necessariamente haja um sintoma suspeito, além de ajudar a monitorar doenças como o sopro e a arritmia e o uso de marca-passos.

Neste post, saiba mais sobre o que é eletrocardiograma e como o exame funciona.

O que é eletrocardiograma?

O eletrocardiograma é um exame que pode ser realizado em clínicas de diagnósticos, em hospitais e até mesmo no consultório do cardiologista. Trata-se de um exame simples, em que são colocados alguns eletrodos metálicos sobre a pele do paciente, na região do peito, tornozelos e punhos. Esses eletrodos captam os batimentos cardíacos, e o aparelho do eletrocardiograma registra os batimentos na forma de gráfico.

O gráfico do ECG é impresso na mesma hora, e o médico pode avaliar o comportamento do coração do paciente por meio da leitura. O exame é confiável, uma vez que os eletrodos medem os impulsos elétricos que provocam as batidas do coração, registrando o ritmo, a velocidade e a intensidade desses impulsos. É aplicado um gel condutor e os eletrodos são fixados com fita adesiva, para evitar que se movam.

Através da análise do gráfico, o médico pode verificar se há enfraquecimento do músculo cardíaco, arritmias (batidas fora do ritmo correto), infartos, bloqueios nas artérias e até mesmo defeitos nas válvulas cardíacas, que recebem e enviam sangue por todo o corpo.

Indicações do ECG

Agora que você já sabe o que é eletrocardiograma, vamos falar um pouco sobre as suas indicações.

Ainda que os smartwatches e outros aparelhos estejam cada vez mais modernos e eficientes no monitoramento de batimentos cardíacos, o eletrocardiograma ainda é a forma mais confiável de saber rapidamente como está o seu coração. O ECG é um exame comum em check-ups, uma vez que oferece uma visão clara da saúde do coração. Assim, o cardiologista pode pedir que o paciente realize um eletrocardiograma anualmente, sem nenhuma indicação de risco, apenas como uma prevenção.

Por outro lado, alguns sintomas podem motivar o médico a solicitar um ECG, tais como:

  • Sensação de falta de ar constante;
  • Dor no peito;
  • Ritmo cardíaco irregular no exame clínico;
  • Tontura e/ou desmaio.

O eletrocardiograma é o primeiro exame a ser realizado quando um paciente dá entrada no hospital com dores fortes no peito, pois pode mostrar imediatamente se há um infarto ocorrendo. Além disso, outras condições de saúde podem afetar o coração, e o ECG pode mostrar de que maneira isso se dá em casos de:

  • Hipertensão;
  • Tabagismo;
  • Níveis altos de colesterol;
  • Diabetes.

Por fim, pessoas com histórico familiar de doença cardíaca, especialmente em idade precoce (antes dos 50 anos, em geral), e usuários de marca-passo devem realizar o monitoramento com o ECG periodicamente.

Contraindicações do eletrocardiograma e preparação

Sabendo o que é eletrocardiograma e como o exame é simples, é fácil acreditar que qualquer paciente pode se submeter a ele. A única condição que pode impossibilitar o exame é se o paciente tiver dificuldades para ficar parado, como no caso de pessoas com o Mal de Parkinson ou outro tipo de tremor, ou se não for possível colocar os eletrodos nos locais indicados.

Não é recomendado praticar exercícios ou fazer esforço físico antes do exame, uma vez que o ritmo cardíaco se altera nesses momentos e pode fornecer uma leitura errada no ECG. Se você faz uso de algum medicamento para o coração, o seu cardiologista vai te orientar sobre como proceder.

É essencial remover jóias do pescoço, dos pulsos e até mesmo dos braços, pois a presença de metais pode interferir no funcionamento dos eletrodos. Caso o paciente possua muitos pelos na área onde os eletrodos precisam ser posicionado, o médico pode solicitar a depilação do local.

Resultados do ECG

O exame leva em torno de 10 minutos, e se não houver necessidade de repetir, o resultado é instantâneo. O aparelho do eletrocardiograma imprime o gráfico dos batimentos cardíacos, que é destacado. O papel deve ser entregue ao médico e interpretado no consultório.

O ECG pode apontar algumas anomalias, como:

  • Arritmias;
  • Angina (redução temporária do fluxo sanguíneo no coração);
  • Isquemias (falta de oxigênio no coração);
  • Cardiopatias;
  • Lesões nas válvulas cardíacas.

Dependendo do resultado, o cardiologista pode solicitar exames complementares, como o holter ou o ecocardiograma.

E o que é ecocardiograma?

O ecocardiograma ou ecocardiografia é um exame de ultrassonografia do coração. Como um exame de imagem, ele mostra o funcionamento do coração e das suas válvulas, em repouso e em movimento, ajudando o médico a visualizar o fluxo sanguíneo no órgão.

Ele auxilia no diagnóstico de várias doenças como isquemias, inflamações no pericárdio (membrana que envolve o coração) ou nas válvulas cardíacas, dissecção (vazamento) na aorta, entupimento de veias e artérias e até mesmo tumores.

Como uma ultrassonografia, o exame não expõe o paciente a radiação, e pode ser realizado sem contraindicações. O ecocardiograma, inclusive, é feito por mulheres grávidas para avaliar o coração do feto durante a gestação.

Assim, o ecocardiograma é um exame complementar ao eletrocardiograma, que será solicitado pelo cardiologista caso seja verificada alguma alteração importante na leitura do ECG. O exame deve ser realizado em clínicas de diagnóstico por imagem, e precisa ser levado ao cardiologista, que vai interpretar os resultados de forma conjunta, para relacionar os sintomas às descobertas do ecocardiograma.

Lembre-se de consultar seu cardiologista pelo menos uma vez por ano, pois mulheres acima dos 55 anos e homens acima dos 45 devem realizar um eletrocardiograma periodicamente. E, se você tem histórico de doenças cardíacas na família, faça o seu acompanhamento com um médico de confiança desde cedo.

Neste post, você aprendeu o que é eletrocardiograma, como o exame é feito e quando é indicado. Também viu que o ecocardiograma pode ser um segundo passo, após a realização do ECG, para investigar e diagnosticar doenças cardíacas.

Se o seu cardiologista solicitar um ecocardiograma, procure a Clínica CEU e faça seu exame em um espaço seguro e confiável. Você pode agendar o exame online, clicando aqui!

O que é eletrocardiograma e como é feito
Equipe da Clínica CEU

Responsável pelo conteúdo: Dr Rogério Augusto Pinto da Silva - CRM: 13323 - MG. Currículo Lattes. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728497Y9

LEIA TAMBÉM