Gravidez na pandemia: quais cuidados as gestantes precisam ter?

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), algumas pesquisas ainda continuam em andamento relacionadas à gravidez na pandemia, com o objetivo de comprovar quais os reais efeitos da infecção causada pela Covid-19 em gestantes.

Frente ao atual cenário, que envolve uma média de mais de 56 mil novos casos diários de Covid-19, no Brasil, o Ministério da Saúde inseriu grávidas e puérperas no grupo de risco para o novo coronavírus. O motivo relacionado a essa ação partiu de uma análise de como as gestantes reagiram a outras doenças respiratórias parecidas com a Covid-19, como, por exemplo, a gripe H1N1. 

Visto que a doença pode ser extremamente agressiva para essas mulheres gestantes, reunimos alguns cuidados importantes que devem ser colocados em prática. Por isso, continue a leitura de hoje para conferir o que fazer para cuidar da gravidez na pandemia!

6 Cuidados com a gestante na pandemia

O período de gestação é marcado por uma série de mudanças no corpo da mulher. De modo a evitar que as células de defesa ataquem o feto, o sistema imunológico sofre algumas alterações para evitar uma resposta imune indesejada. 

Da mesma forma, a respiração da mulher começa a mudar, com o útero pressionando o diafragma e abdômen. Dessa forma, doenças infecciosas que afetam os pulmões acabam se tornando preocupantes pela vulnerabilidade da mulher. É por motivos como esse que a gravidez na pandemia merece alguns cuidados especiais. Confira.

1. Receber as vacinas indicadas

Entre os cuidados que devem ser tomados, manter as vacinas em dia contribuem para que a gravidez na pandemia seja mais segura. A vacina contra a Influenza é uma das obrigatórias no calendário de vacinação da gestante, com campanha em andamento no país até dia 9 de julho de 2021.

Além dela, a mulher deve receber imunizações contra o tétano, hepatite e também contra o Coronavírus. Contudo, a data para essa imunização ainda não foi divulgada pelo Ministério da Saúde.

2. Manter os cuidados recomendados contra a Covid-19

Assim como todas as pessoas, principalmente aquelas em grupos de risco, a mulher que passa por uma gravidez na pandemia deve evitar aglomerações e contato com pessoas desconhecidas, sempre obedecendo às medidas de proteção indicadas pela OMS.

Dessa maneira, além do distanciamento social e uso constante de máscara, a gestante deve evitar locais como mercados, bancos, restaurantes, transportes coletivos e outros espaços com alto fluxo de pessoas. Além disso, seguir cuidados como:

  • usar álcool em gel;
  • utilizar máscara PFF2, também conhecida como N95, ao sair de casa;
  • evitar contato com outras pessoas;
  • não levar as mãos aos olhos, nariz e boca;
  • lavar as mãos com água e sabão frequentemente.

3. Ter uma alimentação saudável

Ter uma alimentação saudável é fundamental para uma boa gestação, isso não seria diferente em uma gravidez na pandemia. Por esse motivo, outro cuidado que a mulher deve ter é introduzir em sua dieta alimentos ricos em lactose, fibras, minerais e vitaminas, mantendo o organismo funcionante e o sistema imunológico em equilíbrio.

4. Beber muita água 

A hidratação é muito importante para grávidas, afinal, a alta ingestão de água auxilia na regulação do trânsito intestinal, contribui para a formação do líquido amniótico, elimina toxinas, reduz o inchaço e permite o melhor funcionamento dos rins. 

5. Cuidar da saúde mental

A gravidez na pandemia tem como o agravante de somatizar a sensibilidade natural da gestação, o medo e incertezas que esse período acaba gerando na vida de todos. Por isso, é essencial para a gestante cuidar de sua saúde mental, evitando estresse e ansiedade, fatores que podem ser prejudiciais ao bebê. 

Seja realizando atividades relaxantes em casa, como meditação ou hobbies, ou participando de consultas com profissionais especializados por meio de atendimento remoto. O importante é manter os cuidados com a saúde mental.

6. Realizar os exames de pré-natal

Por fim, um dos principais cuidados que devem ser tomados em uma gravidez na pandemia é a continuidade do acompanhamento pré-natal. É durante essas consultas que o médico pode identificar qualquer alteração com a saúde da mãe e do bebê. Portanto, a mulher deve continuar suas consultas para realizar exames de imagem e laboratoriais, verificando qualquer mudança que possa surgir.

Cuidado com o bem-estar e saúde durante a gestação na pandemia

Considerando que a gravidez na pandemia é uma situação preocupante, os cuidados apresentados acima são formas de contribuir para o bem-estar e saúde da gestante, evitando problemas associados à gestação e também à Covid-19. Assim, é fundamental colocá-los em prática para garantir a segurança da mãe e do bebê, principalmente neste período.

Quer continuar se informando sobre este assunto? Conheça também 5 orientações para fazer um bom pré-natal!

Gravidez na pandemia: quais cuidados as gestantes precisam ter?
Equipe da Clínica CEU

Responsável pelo conteúdo: Dr Rogério Augusto Pinto da Silva - CRM: 13323 - MG. Currículo Lattes. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728497Y9

LEIA TAMBÉM